Problema com a visualização da mensagem? Clique aqui.
Edição n. 58 - 8 de fevereiro de 2019
 

Por mudanças radicais no modelo de mineração do Brasil

O crime da Vale em Brumadinho (MG) já é considerado o maior em vítimas humanas da história da mineração brasileira. O número de mortos chega a 150 até o momento, segundo a Defesa Civil. As equipes de busca seguem a procura de 182 pessoas desaparecidas. Os impactos ambientais desse desastre previsível e anunciado ainda são imensuráveis. Neste contexto, a Articulação Internacional das Atingidas e dos Atingidos pela Vale, o Comitê Nacional em Defesa dos Territórios Frente à Mineração e a Rede Brasileira de Justiça Ambiental, entidades das quais a FASE faz parte, prestam solidariedade às vítimas, cobram justiça e lutam por mudanças radicais no modelo de exploração de minérios no país

> SAIBA MAIS

Rio de Janeiro: Guia Juventudes nas Cidades

Publicação é um instrumento para a defesa do direito à cidade

> SAIBA MAIS

 

“Estão desmontando o Sistema de Segurança Alimentar”

Maria Emília Pacheco, da FASE, critica medidas do governo Bolsonaro

> SAIBA MAIS

 

Primeira Pessoa: vídeo com Rud Rafael

Integrante da FASE em PE e do MTST fala sobre sua trajetória 

>SAIBA  MAIS

 

COP 24: mudanças climáticas em debate

Grupo Carta de Belém participou da Conferência Mundial sobre o Clima

> SAIBA MAIS

 

Desenvolvimento e movimentos sociais

Caderno de Debates traz reflexões sobre resistências nos territórios

> SAIBA MAIS

 

Vídeo: Como você comunica suas ideias?

Rede Cardume aborda a importância da Comunicação nas lutas sociais 

> SAIBA MAIS

 
 
Nós respeitamos a sua privacidade e somos contra o spam.
Se você não deseja mais receber nossos e-mails, cancele seu recebimento acessando aqui.