Problema com a visualização da mensagem? Clique aqui.

Edição nº 69                                                                                        30 de setembro de 2019
 

Economia da destruição

Em artigo, Aercio Barbosa de Oliveira, da FASE, analisa as políticas econômicas do ministro da economia Paulo Guedes. “A sociedade e as estruturas estatais são dinâmicas e nesse contexto, que visa a destruição absoluta, eleitores ficam desiludidos, as disputas no interior do governo são intensas e os conflitos do governo com determinadas frações da elite econômica são constantes. Mas, ainda assim, é preciso se manter mobilizado na resistência de combate a naturalização das desigualdades e a indiferença a qualquer tipo de violência; prosseguir e fortalecer práticas econômicas, societárias, políticas e ambientais alternativas à lógica do capitalismo, em defesa da terra e territórios, da água, dos minerais e da cidade como bens comuns em oposição à supremacia da propriedade”.

> SAIBA MAIS

PA: Vem aí a 1ª Romaria do Bem Viver

Atividade vai discutir mineração, agroecologia e o protagonismo da juventude

> SAIBA MAIS

 

Gênero, masculinidades e identidades

Atividade realizada em Recife proporcionou a homens moradores das ocupações momento de reflexão

> SAIBA MAIS

 

SAAP: Resultado do Edital 2019

Foram recebidas 289 propostas de grupos de todo o Brasil, das quais 13 foram escolhidas

> SAIBA MAIS

 

Café Regional: Nas ondas do rádio 2

Direitos territoriais, Convenção 169, agroecologia e a Romaria do Bem Viver estiveram em pauta  

> SAIBA MAIS

 

Protocolo de Consulta: Laranjituba e África

A Convenção 169 visa assegurar direitos de comunidades quilombolas

> SAIBA MAIS

 

Evento reuniu pesquisadores em segurança alimentar

Em carta, participantes afirmaram que “a ciência é um ato político”

> SAIBA MAIS



Acompanhe nossas redes sociais:

                              

Nós respeitamos a sua privacidade e somos contra o spam.
Se você não deseja mais receber nossos e-mails, cancele seu recebimento acessando aqui.